Como furar a onda: Tartaruga X Joelhinho

20/09/2021
  •  

     

     

    Quem dera que surfar fosse só a sensação deliciosa de descer a onda, não é mesmo? Pois é! Mas pra chegar lá no outside e fazer a remada pra entrar na onda, precisamos remar, remar e remar e passar as ondas para poder chegar no pico.

     

    E para passar essas ondas precisamos executar as técnicas de furar a onda. Elas vão variar de acordo com o tamanho da sua prancha:

    • Quanto menor a prancha e menos volumosa, mais fácil para executar o famoso joelhinho/golfinho.
    • Quanto maior a prancha e mais volumosa, maior a dificuldade de executar esse movimento, pois a prancha tende a flutuar mais e consequentemente você tem que fazer mais força para furar a onda.

     

    Nesses casos a técnica da tartaruga é a melhor opção. Então vamos lá:

     

    _para executar o joelhinho ou golfinho, siga essas etapas:

     

    1. Reme de encontro a onda;
    2. Quando a espuma estiver próxima ou a onda estiver quase quebrando, segure as bordas da prancha e afunde bem o bico pra dentro d'água de forma que a fique apontando na diagonal pra baixo;
    3. Com o joelho ou pé na rabeta, você afunda mais ainda a prancha deixando ela reta debaixo d'água;
    4. Por último você tira o joelho ou pé da rabeta e ela faz o caminho de volta subindo o bico para a superfície (prancha na diagonal para cima);
    5. Já deixe a prancha subir de forma que você já chegue a superfície deitadx novamente para continuar remando e, se for o caso, executar de novo o golfinho.

     

    _para executar a técnica da tartaruga:

     

    1. Reme de encontro a onda;
    2. Quando a espuma se aproximar, segure as bordas da sua prancha e gire o corpo de forma que você inverta a posição com a sua prancha. Você vai ficar em baixo d'água e a prancha ficará por cima;
    3. Deixe o corpo paralelo a prancha (como se a sua prancha estivesse deitada em cima de você);
    4. Quando sentir o turbilhão passar, desvire a prancha, suba novamente e continue remando para a próxima onda.

     

    Lembrando que essa é a teoria, pessoal. Na prática, dependendo do volume de água, não tem golfinho ou tartaruga que dê jeito. De qualquer forma, segura bem firme a prancha, o máximo que puder. Muitas vezes você vai passar, mas muitas vezes também você vai chacoalhar na máquina de lavar. Não importa. Tente segurar firme a prancha, mesmo que você dê uma cambalhota lá em baixo d'água! É sempre mais fácil voltar a superfície segurando o material que boia.

     

    Beijos e boas ondas,

    Lidi

     

     

     


    Leia também: 5 hábitos indispensáveis para surfistas iniciantes


     

Compartilhe

Comentários

Este site utiliza tecnologias como cookies para melhorar sua experiência de acordo com nossa política de privacidade. Ao permanecer navegando, você concorda com estas condições.

Estamos ocupados atualizando nossa loja para você e voltaremos logo.

Whatsapp