Surf sem quilha e surf de monoquilha

06/09/2021



  • Nesse post aqui a Lidi falou um pouquinho sobre a monoquilha, "ideal pra quem gosta de mares menores, com ondas pequenas e mais cheinhas".

    Ainda me lembro muito bem a primeira vez que assisti um vídeo da Marina Carbonell literalmente dançando em cima de um long e fiquei babando pensando que diabo era aquilo e como era possível! Foi aí que descobri a monoquilha!

    A monoquilha é a cara do surf mais clássico que existe! Quando aprendemos sobre a história do surf bem no comecinho, vemos que as pessoas surfavam com pranchas grandes e só com uma quilha. Com o passar do tempo, os surfistas começaram a buscar um estilo de surf mais rápido, com manobras ágeis e cada vez as pranchas ganhavam mais quilhas e perdiam comprimento.


    _pra que ter pressa?


    Anos depois no meio dos anos 80, a monoquilha e os longboards, voltaram com tudo, conquistando de novo surfistas que apreciam mais "curtir o passeio", em um surf que não é nadinha radical, mas marca linhas suaves, um surf que muitas vezes parece mais como uma dança, um movimento ritmado, como se a onda fosse uma melodia que toca sem pressa de acabar.

    Amantes da monoquilha costumam falar que esse estilo de surf é como a alma do surf, que fala muito sobre a história e a cultura do surf. Além disso, você pode sempre contar com sua monoquilha, já que ela funciona muito bem pra vários tipos de mar e condições. Assim, a diversão é sempre garantida!


    _mas... e se a gente surfar sem nenhuma quilha?


    Hoje em dia existem infinitas opções de quilhas, com formas e disposições diferentes, que proporcionam experiências e sensações diversas.

    Se a gente parar pra pensar, no inicinho meeesmo do surf, nem existiam quilhas, então todo mundo ia na raça e no pranchão mesmo! Hoje em dia é um estilo muito comum no surf com as pranchas de espuma (foamies).

    Como uma das funções das quilhas é ajudar a controlar a prancha em uma onda, o surf sem quilhas combina bem com ondas com linhas bem perfeitinhas e limpas. Isso porque uma prancha sem quilhas tem pouca resistência e, como consequência, tem mais velocidade e maior facilidade de deslizar. 

    Nesse caso, o equilíbrio entre o seu corpo e a prancha e a posição vão influenciar ainda mais no controle durante o surf! 

    Com ou sem quilha, existe surf pra tudo quanto é gosto e é legal a gente experimentar até achar o estilo que combina mais com a gente! Afinal, a diversidade também ajuda a florear esses mares pelo mundo a fora! Junte-se aos bons!

    Beijos e boas ondas,
    Thata


     
    Leia também: Surf sem quilha e surf de monoquilha

     

Compartilhe

Comentários

Este site utiliza tecnologias como cookies para melhorar sua experiência de acordo com nossa política de privacidade. Ao permanecer navegando, você concorda com estas condições.

Estamos ocupados atualizando nossa loja para você e voltaremos logo.

Whatsapp