Como começar a surfar: Primeiros Passos

22/01/2020



  • Frio na barriga. Falta de ar. Um suor que você nem sabia que era possível sentir. Arrepio da nuca até a ponta do dedão do pé. Começar algo novo, do zero, é uma mistura de incontáveis sensações. Agora soma tudo isso a começar a praticar um esporte dentro do mar, que ao mesmo tempo que é como colo de mãe, é misterioso, cheio de vontade e longe da terra firme. Já começou a se sentir mareada?

    Se você acha que começar a surfar é moleza igual os pinguins de Tá Dando Onda e a família da Lilo Stitch pode parando por aí, porque a realidade é cruel e a chance de você ficar desmotivada pensando assim é 99%. Tá, mas até agora acho que só te dei alguns motivos para desistir ao invés de começar, não é? Segura a ansiedade, faz um café, e vem comigo!

    Ah! Tava tão empolgada que nem me apresentei. Aqui quem tá escrevendo é a Lu, dona da Langai. Eu vou te contar um pouquinho de como o surf mudou a minha vida e acho que daí já vou te encher de motivos para devorar esse post e começar logo a surfar. 

    Só me promete uma coisa? Você vai esquecer todas as desculpas que você sempre deu! Se você mora longe do mar, não tem grana, se acha muito velha pra começar, tem medo, vergonha ou não tem menor ideia de por onde começar você pode e DEVE começar. Conhece aquele ditado, quem quer dá um jeito, quem não quer arruma uma desculpa? Então. Aposto que tem um sorrisinho torto estampando seu rosto agora.


    _como o surf mudou a minha vida:


    Eu comecei a surfar com meu namorado há mais ou menos uns 5 anos atrás. Sempre gostei muito de fazer esporte e ir a praia, mas confesso que surfar não estava nos meus planos, era aquela vontade distante sabe?

    Se você tem alguém próximo que surfa sabe que passar 3 horas na água é bem comum. Mas, fala para uma menina inquieta ficar 3 horas na areia tostando no sol? É, ficar na areia não era comigo. Até tentava dar aquela corrida, mergulhar, mas essas 3 horas de surf, do meu namorado, na minha cabeça eram 3 fucking horas pensando, porque eu não tô lá na água surfando também? Por que não tem mulher dentro da água também?
    .

  • É isso, eu precisava aprender a surfar. E, foi assim que eu comecei. Até aí não tem nada de tão encantador.


    _mas, posso dizer com toda a certeza do mundo que foi no surf que eu me encontrei.


    Você pode achar que eu to exagerando, romantizando demais, mas eu te juro que não. Esses pouco mais de 5 anos de surf me deram grandes amigos, viagens inesquecíveis, um trabalho que eu amo de paixão, e muita (muita) história pra contar. Além disso aprendi a valorizar as coisas mais simples da vida -como assistir o pôr do sol de dentro da água e ver o azul do mar furando uma onda de olhos abertos. Aprendi a vencer os meus medos e acreditar mais em mim. Aprendi a aceitar que eu não controlo tudo, a dar tempo ao tempo e entender que ter dias ruins é incrível e essencial para tornar os dias bons ainda melhores.

    Esse parágrafo rendeu algumas lágrimas de emoção <3
    .
  • Surfistas: Luiza Coutinho, Barbara Rizzeto e Claudinha Gonçalves | Foto: Ana Catarina Teles

    Bom, poderia escrever muitas linhas aqui sobre como o surf mudou a minha vida e como pode mudar a sua também mas, hoje vou parar por aqui e partir para: 


    _como aprender a surfar do zero!


    A ideia aqui é criar um guia rápido (ou nem tão rápido) para quem nunca surfou e sempre teve vontade de começar ou, nunca surfou e sempre achou que não levava jeito pra "isso". Só que escrevendo esse post vimos que tem muita (muita) informação importante sobre esses primeiros passos que não queremos passar batido. Por isso resolvemos fazer uma série de posts para, aí sim, poder chamar de Guia para Começar a Surfar.

    E esse é o primeiro post dessa série. Se prepara pra dropar.


    1. saber nadar
    Sim! Saber nadar é a regra número 1 pra quem quer aprender a surfar. Você não precisa ser um César Cielo mas, deve saber se virar sem uma prancha dentro da água. Oi? Mas e aquela cordinha que fica no pé? O strep, leash, ou cordinha é um equipamento de comodidade e não um equipamento de segurança.

    Arrebentar um strep e quebrar uma prancha, são situações muito comuns dentro da água que podem fazer você ser obrigada a dar uma boa nadada até chegar à areia.

    Por isso, se você ainda não sabe nadar ou não se sente muito confiante de ser só você e o mar, busque uma aula de natação pra ontem.


    2. vencer o medo
    "Medo é um estado emocional que surge em resposta a consciência perante uma situação de eventual perigo. A ideia de que algo ou alguma coisa possa ameaçar a segurança ou a vida de alguém, faz com que o cérebro ative, involuntariamente, uma série de compostos químicos que provocam reações que caracterizam o medo."

    Imagina se a gente não tivesse medo de nada? Ter medo é normal. O importante é como você lidar com ele. Conversar sobre o seu medo com outras manas, buscar entender de onde vem o seu medo, e, treinar bastante fora da água, são algumas coisinhas que você pode fazer para vencer o seu medo do surf.

    Não deixe que ele te impeça de começar a surfar ou evoluir no surf :) Estamos juntas!


    3. adicionar o surf a sua rotina
    Ah, o tempo.......
    Pega a prancha,
    coloca a roupa,
    vai até a praia,
    olha o mar,
    escolhe o pico,
    bóia,
    bóia,
    bóia,
    pega 1 onda,
    sai da água,
    tira a areia,
    toma banho.

    O surf exige uma dedicação - como qualquer esporte - e, você vai precisar pensar em como você pode encaixar ele na sua rotina. Sugiro que dê bastante valor a ir sempre que dá e, não ficar esperando pelas melhores condições do mar.

    Pega o caderninho e já anota os dias e horários que tem um compromisso com o surf!


    4. colocar na sua cabeça que surf é para todos
    "Tenho muita vergonha", "Sou muito velha pra começar".

    Quantas vezes você já deixou de fazer alguma coisa por vergonha? Eu já, muitas. Mas me forço a deixar a vergonha de lado. Sabe por que? Acho que o que as pessoas tem de mais precioso são as suas verdades. 

    Aqui é a hora de você se livrar de estereótipos e julgamentos. Respeitar as suas vontades e não impor nada por causa da opinião dos outros. A gente leva da vida sensações, encontros, sentimentos, imagina o quanto você deixou de sentir até hoje por vergonha?

    Repete essa frase: "Meu corpo, minhas regras!". Pro mar somos todas iguais. Não importa a sua idade, cor da pele, do cabelo, o seu peso, a sua orientação sexual, crença, limitação física/mental ou quanto tem na sua conta bancária, a força do caldo e a emoção do tubo vai ser a mesma. 

    Sabe aquela história que surfista é loira e tem um cabelão? Chega. Tudo bem que o cabelo fica mais claro da parafina e é difícil esconder o sal na sobrancelha, mas não existe padrão para ser surfista e ponto.


    5. juntar dinheiro
    "Quero muito aprender a surfar mas não tenho dinheiro". Tá aí um dos porquês que mais ouço de quem ainda não começou a surfar.

    Você vai precisar de grana pra aprender? Aí depende. Você pode escolher ir de vez em quando com aquelx amigx que tem aquela prancha velhinha na garagem - mais amarelada do que sei lá o que - e tá tudo bem. Mas, pode optar por juntar uma graninha para fazer as suas primeiras aulas de surf.

    Aqui você tem uma escolha todos os dias. Para e pensa: do que eu vou ter que abrir mão para aprender a surfar? O ideal é sempre aprender com um profissional mas não existe certo e errado.


    Ufa! Eaí? Ficou na dúvida entre aprender a surfar "sozinha" e aprender com profissionais? Preparamos um post sobre isso aqui: Como começar a surfar: Sozinha X Com Profissionais
     


  • Espero que você tenha curtido e quem sabe, não tenha te dado aquele empurrãozinho pra começar logo. Me conta depois do seu primeiro surf como foi?

    Beijos e boas ondas,
    Lu.


     
    Leia também: Como escolher a primeira prancha de surf

     

Compartilhe

Comentários

Este site utiliza tecnologias como cookies para melhorar sua experiência de acordo com nossa política de privacidade. Ao permanecer navegando, você concorda com estas condições.

Estamos ocupados atualizando nossa loja para você e voltaremos logo.

Whatsapp