Quilhas: o que saber antes de comprar!

10/06/2021



  • Hoje o assunto é sobre quilhas, elas que fazem papel importante na sua performance no mar, e por mais que sejam muito parecidas entre si, elas tem diferentes funções de acordo com o tipo de onda, o teu perfil e o estilo de surf que deseja, mas a sua sensação ao usar elas também é parte fundamental dessa escolha. 

    No geral é legal entender que elas influenciam em três aspectos principais: o drive, que é a aceleração e capacidade de manter a velocidade, o pivot, relacionado a capacidade de fazer curvas mais ou menos amplas, e o hold, sendo a aderência da onda, ou seja, a capacidade da prancha agarrar na água.

    Agora que você foi apresentada a esses termos, vamos ver um pouco mais sobre a relação del cada um deles no seu surf:


    _drive 
    • quilha grande > maior drive = mais velocidade, porém prancha mais presa nas curvas
    • quilha pequena < menor drive = prancha fica mais solta, porém perde um pouco da aceleração


    _pivot
    • Curva mais ampla = maior inclinação = maior arco
    • Curva menos ampla = menor inclinação = menor arco


    _hold
    • Quilha maior = maior sustentação
    • Quilha menor = menor sustentação

    Olha, se tem uma coisa que pode variar muito de acordo com a prancha são os famosos tipos de quilhas, que você vai conhecer logo abaixo.
    .


  • _monoquilha ou single fin
    São as pranchas que apresentam apenas uma quilha central, muito utilizado para os longboards clássicos, pois garantem mais estabilidade e um ponto de pivot.


    _biquilha ou twinfin
    São as pranchas que apresentam duas quilhas, muito usadas em pranchas menores, como nos modelos retro e fish, que possuem a rabeta (parte oposta ao bico) mais larga, dando mais velocidade e maleabilidade.


    _triquilha ou trifin/thruster
    As pranchas que tem três quilhas são as mais versáteis, pois se encaixam em todos os tipos de surf, do iniciante ao profissional e em diversos tipos de onda.


    _quadriquilha ou quad
    As pranchas com quatro quilhas trazem maior aceleração, velocidade e aderência nos tubos.


    Ah! Você sabia que as quilhas são compostas por partes específicas?! A geometria delas e a compreensão dessas partes te traz mais clareza na hora de escolher a quilha perfeita para você.


    _base
    Quanto maior a base da quilha, maior será o drive da prancha e você conseguirá fazer curvas mais amplas, ou seja a prancha fica mais estável, porém menos solta. E quanto menor a base, mais solta a prancha fica.


    _altura (deph)
    É a profundidade que a quilha fica dentro da água e a lógica é a mesma da base, quanto mais profunda, maior será o drive, o hold e a estabilidade da prancha. Já quando a quilha é menos profunda, mais fácil a prancha desgarra.


    _inclinação (sweep)
    É o ângulo medido entre a linha do centro da base e da parte mais alta, assim, quanto maior for esse ângulo, maior o drive e hold, e, quanto menor a inclinação, maior facilidade da prancha virar e inverter a direção.


    _foil
    É o formato da superfície interna e externa da quilha, atuando no desempenho da quilha, pois direcionam como a água flui, agindo na velocidade e no hold da quilha.


    Ainda tem mais um ponto bem importante pra a gente falar aqui, o material da quilha. Sim! Há algumas opções e diferentes valores para se analisar na hora de escolher a quilha, que vão de acordo com a sua necessidade e estilo no surf.


    _plástico
    As mais baratas e as mais fáceis de serem encontradas, indicadas para todos os níveis de surf, o plástico sendo mais flexível vai deixar sua rabeta mais solta, então, mesmo sendo um material menos nobre, ela não deixa de cumprir bem seu papel.


    _composite
    Há várias opções no mercado também, elas são feitas de plástico e fibra de vidro, e possuem o valor bem próximo as de plástico, porém elas são mais rígidas e resistentes e garantem uma performance melhor comparada as que são somente de plástico.


    _fibra de vidro
    Apresentam uma grande variedade e na sua composição como o honeycomb, fibra de carbono e coremat, e possuem um preço mais alto em relação as outras.


    _fibra de carbono
    A sua matéria prima é a mais cara, logo, seu preço é o mais elevado, composta por um material muito leve e resistente, indicado para níveis intermediário e avançado.


    Galera, hoje eu falei bastante aqui, né!? Mas tudo bem, é para trazer informação de qualidade para vocês, espero ter ajudado e não ter deixado ninguém mais confuso sobre quilhas. E vale lembrar que o mais importante é usar uma quilha que te satisfaça no seu surf, no seu estilo e no mar, o negócio é experimentar novas formas, modelos, tamanhos, materiais e encontrar o que melhor se adapta para você, viu?!

    Beijos e boas ondas,
    Lu


     
    Leia também: Guia rápido: como escolher o tamanho certo de strep pra você

Compartilhe

Comentários

Este site utiliza tecnologias como cookies para melhorar sua experiência de acordo com nossa política de privacidade. Ao permanecer navegando, você concorda com estas condições.

Estamos ocupados atualizando nossa loja para você e voltaremos logo.

Whatsapp