Do que são feitas as pranchas de surf? | Langai

Do que são feitas as pranchas de surf?

Publicado: 02/02/2020

Foto Fellipe Ditadi

Para um pouquinho e pensa. O surf é um esporte que você anda sob as ondas, cercado de natureza e em cima de um equipamento feito de..... feito de que mesmo?


Já parou para pensar em como são feitas as pranchas de surf? Já pensou em como elas evoluíram ao longo da sua existência e como essa evolução influenciou no estilo do surf?



_

Esse é o nosso primeiro post da série guia sobre pranchas de surf e, a ideia é ser um pontapé para despertar a sua curiosidade para ir descobrindo aos pouquinhos esse universo.


_tá em busca da prancha de surf ideal para você?


Antes de tudo, acho importante você saber que essa não é uma tarefa tão simples, ela exige conhecimento sobre a hidrodinâmica de cada prancha e o seu funcionamento em cada tipo de onda. Além disso, o nível da surfista, peso e altura também devem ser levados em consideração.


O mais recomendado é que uma shaper te ajude nessa tarefa. Aqui na Langai temos a Davênia. Ela é responsável por fazer todas as pranchas de fibra da marca. Além disso, é muito legal você ter um conhecimento sobre estrutura, formas e tipos de prancha, porque isso vai te ajudar muito a se sentir segura e confiante para fazer a escolha certa junto com a sua shaper.


É nova por aqui e tá querendo aprender a surfar? Clica aqui para conferir o post - Como Começar a Surfar: Primeiros Passos.


Então partiu aprender!




_vamos começar do começo: nomes básicos que você precisa saber



_bico:

O bico geralmente é a parte mais estreita de uma prancha e o extremo que fica mais próximo a sua cabeça quando está remando. Pode ser feito de vários tipos, o que vai influenciar no tempo de entrada na onda.


_rabeta:

A rabeta fica no fim da prancha e é o extremo que fica mais próximo dos seus pés quando está remando. Assim como o bico pode ser feita de vários estilos influenciando principalmente na resposta da prancha aos movimentos e estilo de manobras.


_fundo:

O fundo de uma prancha é a parte que fica em contato com a água. O mais comum é o fundo côncavo mas, existem mais alguns tipos de fundos usados.


_deck:

O deck de uma prancha, ao contrário do fundo, é a superfície que fica virada para cima na água, aonde ficamos de pé. Também é o local aonde a parafina é colocada para não escorregar.


_copinho:

Os copinhos de uma prancha de surf são colocados no processo de fabricação da prancha junto ao bloco (jajá você vai entender o que é) para colocar as quilhas e a cordinha para colocar o strep (jajá também!).


_parafuso:

Pode parecer bobeira, mas essa é uma peça que se não está OK! pode te impedir de ir pra água! Ao menos com quilhas. O parafuso allen, no caso de ser uma pranchinha, ou parafuso borboleta, no caso de ser um longboard, é usado para prender as quilhas de uma prancha de surf. 


Essas são algumas das partes visíveis de uma prancha de surf que você pode se perguntar para que servem, agora, vamos para como são feitas as pranchas de surf mais usadas hoje.


_a estrutura de uma prancha de surf


A estrutura de uma prancha de surf varia de acordo com os materiais usados. Ou seja, de acordo com cada matéria-prima utilizada a prancha pode variar na resistência, durabilidade e até mesmo no impacto ambiental.


_bloco:

O bloco é a base de uma prancha de surf, ele pode ser feito de diversos materiais e tamanhos.


_principais materiais:

POLIURETANO: espuma rígida geralmente usada combinada com a resina de poliéster e fibra de vidro. Combinação mais usada para as pranchas de surf.

EPS RECICLÁVEL: isopor geralmente usado com a resina de epoxy e fibra de vidro. O uso do isopor resultou em pranchas mais leves e a resina epoxy torna o conjunto mais resistente.


As pranchas de fibra da Langai são feitas de EPS reciclável e resina epóxy pensando em um impacto menor ao meio ambiente.


Pranchas de fibra Langai

Surfista Camila Ururahy com a sua prancha da Langai na estampa Salina Cruz


_outros materiais:

AGAVE: bloco feito com madeira do tronco de agaves. Processo considerado completamente sustentável por não liberar toxinas. Além disso, como é feito com a planta já morta, não acontece desmatamento.

CORTIÇA: por essa você não esperava. Sim! Existem pranchas com blocos feitos de cortiça. Considerada a matéria prima mais sustentável para produção de pranchas, a cortiça é biodegradável e, combinada com resinas ecológicas e bambu para instalação das quilhas.


_resina:

POLIÉSTER: é uma resina em geral mais barata e, com o tempo, vai ficando porosa e absorvendo água com o uso, o que deixa a prancha mais pesada. Além disso, ela permanece secando ao longo do tempo, ou seja, tem as suas características físicas e químicas alteradas, o que torna muito mais suscetível a rachaduras ou tecos (quando a prancha quebra).

EPÓXY: material mais nobre. Se comparada com a resina poliéster é mais resistente, flexível, emite muito menos gases tóxicos e amarela menos.


_polietileno expandido:

Revestimento usado em pranchas conhecidas como “softboards” e, na maioria das pranchas de bodyboard. Como o nome já diz: softboards são pranchas que possuem um material macio. O polietileno expandido é responsável por essa característica.


Uma prancha de fibra tradicional usa, por exemplo, bloco de eps e resina epóxy, e, as softboards, usam bloco de eps com bloco de poliuretano e revestimento de polietileno expandido (no lugar da resina).


Aqui na Langai temos as nossas softboards. Elas foram desenvolvidas pensando em mulheres que querem aprender a surfar ou iniciantes. Clica aqui para conferir.


Softboard Langai

Surfista Claudinha Gonçalves por Fellipe Ditadi com softboard 7"5' Azul


_longarina:

Madeira que costuma ficar no centro da prancha e pode ser aplicada de diferentes maneiras –existem pranchas, por exemplo, com mais de 1 longarina. A principal função da longarina é garantir resistência à prancha.


_seda:

O papel de seda é aplicado entre o bloco e a fibra de vidro e utilizado para colocar logomarcas e desenhos na prancha. As pranchas de fibra sob encomenda da Langai, por exemplo, podem ser estampadas de diferentes maneiras com a impressão em seda.


_manta:

MANTA DE FIBRA DE VIDRO: a fibra de vidro é usada nas pranchas como um tecido, ou manta, que possui diferentes gramaturas e tramas. Ela é usada junto do bloco e da resina. A gramatura do tecido da fibra de vidro usada é o que vai deixar a prancha mais leve ou pesada e mais resistente ou frágil.

MANTA DE FIBRA DE CARBONO: a fibra de carbono cumpre o mesmo papel da fibra de vidro mas é muito mais resistente. Ela geralmente é colocada em lugares específicos da prancha porque seu custo é muito alto. Ela pode ser usada, inclusive, para substituir a longarina.


_pintura com resina | resin tint | pigmentação:

Processo em que a resina utilizada é pigmentada –colorida de acordo com a escolha da cliente. Esse trabalho garante um resultado muito artístico e único porque os movimentos feitos na laminação ficam marcados na prancha.


_pintura:

Processo em que o bloco é pintado com jet ou tinta e, depois laminado (como é chamada a aplicação de resina na prancha) normalmente com uma resina incolor.


Deu para entender um pouquinho de como é feita uma prancha de surf? Ficou com alguma dúvida? Só mandar pra gente! Já adianto logo que tem mais uma série de posts nesse guia que estão imperdíveis ;)


Beijos e boas ondas,

Lu


_

Escrito por: Luiza Coutinho | @coutinholuiza

Leia também: Como começar a surfar: Primeiros Passos

Voltar
Feito por mulheres

Vem com a gente!

Quer ficar por dentro de tudo que acontece por aqui e ainda receber descontos exclusivos?